O momento atual que estamos vivendo muitas empresas estão reduzindo custos e enxugando o quadro de funcionários, outras a carga de horário e algumas fechando as portas definitivamente. Nesse contexto, os profissionais estão cada vez mais inseguros, ansiosos e até com alto índice de stress, são doenças ligadas ao trabalho. O Instituto ISMA, (International Stress Management) que mede o stress dos profissionais, em uma pesquisa mostrou que 75% deles estão inseguros e com medo de perder o seu emprego.

Então quais as estratégias para manter o meu emprego, ou caso ser demitido possa ter uma rápida colocação no mercado

1 – A palavra da vez é adaptabilidade – Não e mais só o que você conhece, mas o quanto é adaptável e rápido de aprender novas funções, novas habilidades e até novas carreiras.

2 – Não pare de se desenvolver – Faça novos treinamentos, continue estudando, aprenda novas línguas, cursos online, leia mais, etc. Quem fica parado acaba indo para trás e dando lugar para outros.

3 – Auto responsabilidade – Seja responsável pelas suas atitudes, protagonista de seu destino, não culpe seu chefe, a economia, a crise. Assuma que você e a única pessoa que pode decidir o futuro de sua carreira. Seja proativo, entregue mais do que a empresa espera de você, não dê ouvidos a pessoas negativas que ficam fazendo fofocas. As empresas valorizam profissionais que criam ambientes positivos e não ficam só reclamando.

4 – Equilíbrio da vida pessoal – Já sabemos muito bem que a vida pessoal e profissional andam juntas, então faça um mapeamento da sua vida pessoal, financeira, saúde, amorosa, social, espiritual, etc… Se algumas dessas áreas da sua vida está ruim, com certeza em algum momento vai impactar na sua profissão. Procure um profissional que possa lhe ajudar, terapeuta, coach, orientador de carreira.

5 – Saiba usar a tecnologia a seu favor – Num mundo cada vez mais remoto, é imprescindível saber usar a tecnologia. Reuniões remotas, conferências, internet das coisas, etc… Saiba o quanto a sua profissão corre o risco de ser substituída por máquinas, (robôs), cuide com o que você posta nas redes sociais, pois você está se expondo e a empresa pode estar de olho no que você está fazendo.

6 – Tenha gestão emocional – Nunca foi falado tanto em inteligência emocional, saber identificar o controlar os meus sentimentos, o sentimento dos outros, ter empatia e espirito de equipe, a automotivação, não espere que seu chefe o motive, motive-se pelos seus valores de vida, suas inspirações.

Autor- João Alves – Coach e orientador de carreira.